Depois que adotou a cadela srd de nome Monalisa, a odontóloga uberabense Valéria Ferro Borges passou a ver os animais de outra forma. Já morou em São Paulo e Indianápolis (EUA), cidades pelas quais tem todo carinho. Valéria também é professora e consegue conciliar muito bem as suas atividades profissionais com a dedicação de esposa, mãe e tutora da Monalisa, que considera uma filha.

Valéria Ferro

 

“Não consigo hoje ver a diferença entre um animal e um ser humano”

 

Marcos Moreno– Você sempre gostou de animais?
Valéria Ferro Borges– Sempre gostei de animais , porém defendê-los como faço hoje foi após ter adotado a minha viralatinha Monalisa , ela foi a responsável em despertar a compaixão para com eles. Agradeço a ela todos os dias por ter me proporcionado esta visão que tenho hoje.

 
Marcos– Já teve algum especial ou todos são?
Valéria– Em minha vida toda só tive 3 animais , um peixinho , um passarinho e a minha cachorrinha Monalisa . Eu era muito pequena quando tive os dois primeiros e apesar de gostar deles não tinha noção direito da responsabilidade em ter um animal . Já a minha cachorrinha Monalisa eu a adotei depois de casada , mais madura e adulta e ela , como disse acima, me despertou um sentimento puro que cultivo com muito amor que é ter compaixão e respeito por vidas irracionais . Assim sendo a considero muito especial pq ela me transformou em uma pessoa melhor.

Valéria Ferro
Marcos– A escolha dos nomes sempre passa pela criatividade. Como foi no seu caso?
Valéria– A escolha pelo nome de minha cachorrinha foi uma estratégia . Quando a adotei meu marido relutava um pouco para aceitar um animal em casa . Quando cheguei com ela dei a ele o direito de escolha do nome , sabia que ali a responsabilidade aumentaria . Ele logo a batizou como Monalisa e logo conquistou o coração do maridão . Mas hoje vejo que a escolha foi perfeita porque ela tem o mais lindo e puro sorriso como ao quadro mais famoso do mundo.

 
Marcos– Qual o limite que não deve ser ultrapassado? (para que não haja confusão entre bichos e gente?)
Valéria– Não consigo hoje ver a diferença entre um animal e um ser humano . Acredito que ambos partilham de sentimentos, alguns muito cruéis como fome, dor e abandono. A dor não é diferente. Diante disto não acho que faço confusão entre bicho e gente , apenas respeito a vida , seja qual for não hesitarei em ajudar uma ou outra sempre que puder .

 

Marcos– Você acha que os pets entendem o que falamos ou só entendem comandos?
Valéria– Os pets não só entendem, como sentem tudo que se passa ao seu redor . A inteligência deles não está ligada à fala e sim a ações e olhares . Não tenho dúvida que são de certa forma espiritualmente evoluídos por conseguirem tal façanha e serem considerados irracionais .

 

Marcos– No universo de animais selvagens, qual o que mais te atrai?
Valéria– No universo de animais selvagens cada qual traz sua beleza interna e externa , mas me encanto com o olhar penetrante dos gorilas.

 

Marcos– Que animal você jamais teria como pet, e por quê?
Valéria– Como já disse acima tive um passarinho e um peixinho e hoje me envergonho em tê-los criados em cativeiros como gaiolas e aquários . Portanto não teria mais qualquer animal que precisasse viver em cativeiro. A liberdade e a natureza é bela de mais para eu impor a eles uma prisão fora de seu habitat.
Valéria Ferro 1Marcos– Você acha que o respeito aos animais tem evoluído e pode fazer alguma comparação com o passado?
Valéria– Sou totalmente contra as atrocidades contra os animais . Um dia escravizaram índios e negros e achavam que isto era correto , hoje é uma vergonha de nosso passado . Espero que este tipo de tortura e escravidão animal um dia também passa a ser apenas uma página triste e lamentável da História mundial .

 
Marcos– Um filme com animal.
Valéria– Um filme que muito me marcou Foi “sempre ao seu lado”. Este filme mostra o amor incondicional que às vezes não encontramos na espécie humana . Simplesmente maravilhoso.

 
Marcos– Uma mensagem aos humanos em relação aos animais.
Valéria– Minha mensagem não é para os humanos , minha mensagem é para os animais . Queria pedir desculpas à todos em nome da minha espécie , que apesar de sermos racionais praticamos tantas irracionalidades com eles . Que um dia possamos a ter apenas vergonha de um passado tão cruel . Li uma frase que muito me marcou “Se os animais pudessem falar a humanidade iria chorar “.