1127254
O último rinoceronte macho da espécie branco do norte ainda vivo entrou para o aplicativo de paquera Tinder em busca de uma parceira para salvar a sua espécie. A ação faz parte da campanha “O solteiro mais cobiçado do mundo”, uma parceria lançada pelo Tinder e pela ONG OI Pejeta Conservancy, que planeja arrecadar U$S 9 milhões para serem usados em métodos de reprodução da espécie antes que seja tarde demais.
Aos 43 anos, o perfil de Sudan no Tinder traz algumas informações sobre o rinoceronte, como por exemplo, que ele é o último macho vivo no planeta e que ele “funciona bem sob pressão”. Quando os usuários dão “match” com o animal, eles são redirecionados para uma página onde podem fazer uma doação.
“Não tenho intenção de ser atirado demais, mas o destino da espécie literalmente depende de mim”, diz o perfil no Tinder.

Sudan e as duas últimas fêmeas vivas da espécie não conseguem se reproduzir naturalmente devido a problemas que incluem a idade avançada. Por isso, a campanha visa levantar fundos para métodos reprodutivos, incluindo fertilização in-vitro.
“Essa é a última opção para salvar a espécie depois de todas as tentativas de reprodução se tornarem inúteis”, disse ao “Daily Mail” Richard Vigne, diretor executivo do projeto de conservação.